Horário de Atendimento
DIA HORÁRIO
2ª a 5ª feira 08h às 17h
6ª feira 08h às 12h
exceto feriados

Qual programa você, Bombeiro-Militar, gostaria que a Fundação promovesse?
Geração de Renda
Seguro de Vida
Casa Própria
Previdência Privada


Total de Votos: 8908
ACESSO RESTRITO
Membros da Fundação
Usuário:
Senha:





Capítulo VIII

  Versão para Impressão


Selecione o Capítulo: I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XI - Índice

Capítulo VIII

Do Controle e Da Auditoria

Artigo 27 - O controle interno e as auditorias externas, mantidos em caráter permanente com vista à preservação do patrimônio e consecução dos fins da Fundação, deverão abranger os aspectos administrativos, operacionais, econômicos, financeiros e contábeis e consistirão na auditoria física, na auditoria de livros e nos relatórios de resultado, bem como no acompanhamento e execução do orçamento anual ou plurianual.

Artigo 28 - A realização de despesas extraordinárias dependerá de autorização do Conselho de Curadores ou, sendo para atender necessidade premente, de aprovação ad referendum daquele órgão, ouvido o Conselho Fiscal.

Artigo 29 - O pedido de autorização ao Ministério Público para prática de ato que exorbite a administração ordinária, deverá ser instruído com laudo pericial pertinente.

Artigo 30 - Realizar-se-á auditoria operacional, por especialista, no caso de não cumprimento dos objetivos estatutários, devendo o Conselho de Curadores propô-la ao Ministério Público.

Artigo 31 - A prestação de contas ao Ministério Público deverá ser efetivada nos 06 (seis) meses seguintes ao término de cada exercício financeiro, observando-se, internamente, os seguintes prazos:

I - a Diretoria Executiva terá um prazo de 02 (dois) meses para encaminhar ao Conselho Fiscal os elementos pertinentes.

II - o Conselho Fiscal terá prazo de 01 (um) mês para examinar e emitir parecer sobre a prestação de contas.

III - o Conselho de Curadores terá prazo de 01 (um) mês para deliberar sobre a matéria.

Parágrafo único - Na ausência de manifestação do Conselho Fiscal ou do Conselho de Curadores, ou de descumprimento do prazo acima previsto, a irregularidade deverá ser imediatamente comunicada ao Ministério Público.

Artigo 32 - O orçamento anual ou plurianual, adotado pela Fundação, será comunicado ao Ministério Público pela Diretoria Executiva, após aprovação pelo Conselho de Curadores em sua primeira reunião anual.

Parágrafo único - Caso não aprovado o orçamento proposto pela Diretoria Executiva, o Conselho de Curadores, ouvido o Conselho Fiscal, apresentará novo orçamento e o submeterá à aprovação do Ministério Público.





Publicado em 12/07/2007 (1105 leitura(s))



 





Fabom - Praça da República, 45 - Centro - Rio de Janeiro
287009 visitas ao Portal desde 01/08/2007